Globo chama setor e reguladores para discutir o 4K; Japão propõe evolução da parceria com o Brasil

Globo chama setor e reguladores para discutir o 4K; Japão propõe evolução da parceria com o Brasil

Radiodifusores, notadamente a Globo, começam a apontar a necessidade de discutir a evolução da TV para as definições mais avançadas, como 4K e 8K. Em debate durante o Congresso do SET Expo, realizado pela Sociedade de Engenharia de Televisão, o diretor geral de tecnologia da Globo, Raymundo Barros, chamou setor e governo a entrarem no debate. Segundo ele, as vendas de televisores 4K em 2016 devem ser próximas, em volume, às

Radiodifusores, notadamente a Globo, começam a apontar a necessidade de discutir a evolução da TV para as definições mais avançadas, como 4K e 8K. Em debate durante o Congresso do SET Expo, realizado pela Sociedade de Engenharia de Televisão, o diretor geral de tecnologia da Globo, Raymundo Barros, chamou setor e governo a entrarem no debate. Segundo ele, as vendas de televisores 4K em 2016 devem ser próximas, em volume, às vendas de HDTVs em 2007, "com a diferença de que, desta vez, a radiodifusão não tem um plano de evolução".

Barros apontou que as novas plataformas de produção de conteúdo já são em 4K. A Globo, disse, renovou parte significativa do seu parque de câmeras, já investindo no 4K. A emissora também prepara uma unidade móvel de produção 4K para usar na Olimpíada, em 2016. Em 2018, quando deve acontecer o desligamento da TV analógica, a maioria das produções da Globo já será em UHD. "Como será a distribuição e a transmissão? Nem a televisão e nem os órgãos reguladores estão debatendo o futuro da TV aberta. Já estamos atrasados", disse Barros.

Na abertura do evento, o vice-ministro das Comunicações do Japão, Yasuo Sakamoto, chamou o Brasil a avançar na parceria iniciada com a TV digital para os padrões do 4K e do 8K. Segundo ele, no Japão a meta agora é acelerar a adoção do 4K e o 8K. A expectativa é que os Jogos Olímpicos de 2020, que serão realizados no país, já sejam televisionados em 8K.

Segundo Sakamoto, hoje já é feita a transmissão de conteúdo em 4K no Japão via satélite. Em 2016, começam as transmissões teste em 8K. "Em 2016 celebraremos dez anos da parceria com o Brasil. É a hora ideal para avançar a parceria na evolução do padrão", disse.

Comentários